Blog de paivajornalista
   
 
   
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, PICI, Homem, English, Esperanto, Música, FUTEBOL
MSN -
 

  Histórico

    Votação
     Dê uma nota para meu blog

    Outros sites
     UOL - O melhor conteúdo
     PAIVAJORNALISTA
     Denúncias de Pedofilia e Pornografia
     para ler e pensar
     Sobre Sites
     Arte Espírita
     CEU
     Centro Espírita Ismael
     Ceará Rádio Clude-A Pioneira
     A Ouvir
     abdic
     CAROS OUVINTES
     ARTIGONAL
     paraibaespirita
     Acervo Virtual
     Sevilha Espiritismo
     espiritismo.divulgacion
     BELTRÓNICA-TELECOM
     BLOG DO CRATO
     A MINHA RÁDIO
     RECANTO DAS LETRAS
     LUCAROCAS
     NIREZ
     HISTÓRIA DO RÁDIO
     LETRAS E ARTES
     POETAS E ESCRITORES DA PAZ
     JORNALISMO PELO BRASIL
     ESPIRITISMO E ESPIRITUALIDADE
     ARTIGOS.COM
     SÓ ARTIGOS




     

     
     



    Escrito por paivajornalista às 07h26 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    SUA BELEZA ETERNA

     

    Sua beleza me encanta e meu coração pulsa ardente...

    Suas feições singelas aumentam o amor por eu estar ausente...

    Nas alegrias encontro amparos, mesmo ao te ver em larga aflição.

    Sanando problemas eu encaro tudo, pois és para mim um presente.

    Dentro dos teus olhos eu fito, e vejo anseios de amor  e paixão...

    No abraço forte e carinhoso me fortaleço de forma onipresente,

    Nesse mundo de fantasias me sinto feliz com seu amor sendo conquistado...

    As saudades da vida eu encaro com reboliços fortes e renitentes,

    Nesse vale do pecado tudo de bom pode ser visto e encarado...

    Nas flores, nas rosas retiro os perfumes para que fiques perfumada,

    Na relva macia e verdejante sejamos um casal totalmente enamorado...

    Que nosso amor seja abençoado e feliz e que possamos conduzir nossas vidas iluminadas.

    Tendo como diretriz o amor recompensado, iluminado e que os anseios nos tragam resultados...

    Positivos, altaneiros, deliciosos, briosos, brilhantes, visto que merecemos pelo amor ardente que nos consomem em noites abrilhantadas.

     

    ANTONIO PAIVA RODRIGUES-FORTALEZA/CEARÁ/BRASIL

     

     



    Escrito por paivajornalista às 06h51 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 11h28 AM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

     

    O POVO NAS RUAS EXIGE POLÍTICA SÉRIA E CONFIÁVEL

     

    “Vamos travar conosco uma verdadeira batalha campal. Eu versus Eu. O egoísmo, ora vence, ora é vencido; ora é pisoteado, ora é regado, pois, embora desenvolvamos (lentamente) asas para ganhar alturas, ainda muito temos do réptil rastejante. Às vezes ganhamos muitas batalhas, mas a guerra anda longe de terminar”. (Lourdes Carolina Cagete).

     

    Palavras sábias e de um significado magistral. Ah! Se todo cidadão brasileiro, pensasse com nitidez e, assimilasse todos os belos ensinamentos, que são colocados a sua disposição, por pessoas que almejam o bem, e uma vida sem conturbação para a sociedade brasileira. Essas pessoas são inteligentes, vislumbram a situação política atual do País, e procuram através de altivos caminhos, como devemos imantar e por meio de azimutes beneméritos alcançarem o bem desejado por todos nós. Mesmo que seja por meio de rituais, ritos, cerimoniais direcionados para um conjunto de práticas consagradas pelo uso da observação, das etiquetas, da praxe e de protocolos.

     

    Já sofremos demais, as esperanças se esvaíram, e os governantes atuais não souberam atender aos anseios da população, agora amargam vergonhosas derrotas, tentando a todo custo convencer os brasileiros com práticas políticas duvidosas, visto que eles não foram capazes de amenizar o sofrimento nosso de cada dia. O que devemos fazer? Detendo-nos à compreensão da justeza das Divinas Leis que nos conduzam ao Deotropismo (busca de Deus) transcendental, a nossa dor d’alma se vai intermitizando, ou hiatizando para que nossa fé raciocinada se solidifique e, sem deter-se para “olhar para trás”, ela nos conduza à felicidade plena.

     

    Pela Carta Magna do País, os políticos matreiros não têm direito de nos iludir afanando o que está inserido na Constituição brasileira. Após, uma vitória nas ruas sob pressão dos manifestantes que lotavam as galerias da Câmara, parlamentares derrubam PEC 37, mantendo o poder de o Ministério Público investigar. “O PODER SE MEXE” – Num processo iniciado pela presidenta Dilma Rousseff, Executivo, Legislativo e Judiciário respondem às manifestações, mas ainda há muito que fazer. A nossa presidenta, como gosta de ser chamada, está perdida, sem leme, sem bússola, sem azimute direcional, para sanar a crise que o Brasil enfrenta.

     



    Escrito por paivajornalista às 10h41 AM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    Tomou algumas medidas paliativas, mas a solução está nas mãos do povo, pois somente o ele sabe com certeza, onde o calo aperta. A justiça tem sua parcela de culpa, em virtude da demora em resolver em definitivo o imoral caso do mensalão, que até agora foi empurrado com a barriga e algo mais. A força do povo nas ruas, fez com que, o deputado Natan Donadon, acusado de peculato e formação de quadrilha, fosse preso no dia 28 do mês de Junho, situação inédita desde a redemocratização. Se Natan foi preso tão rápido por que os condenados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ainda estão soltos e, exercendo mandato na Câmara. É ilegal, imoral, mas não é normal que isso aconteça.

     

    Segundo nos informa os jornalistas Paulo Moreira Leite, Izabelle Torres e Laura Daudén, depois de atravessar o País inteiro em passeatas memoráveis, confrontos duros com a polícia e embalar cenas lamentáveis de baderna, o tsunami político iniciado com o Movimento Passe Livre de São Paulo obrigou o poder de Brasília a se mover. Entre medidas de subsídios e investimentos diretos no transporte público, gastos definidos para saúde e educação e outras rubricas do Estado brasileiro, encaminharam-se demandas estimadas R$ 115 bilhões anuais, grandeza que só costuma ocorrer após grandes catástrofes e situações de guerra. Senhores, o Brasil está em situação de guerra.

     

    Ninguém aguenta mais tantos desmandos, inúmeras corrupções, impunidade, violência, drogadização de jovens, adolescentes e adultos, prostituição infantil, fome, miséria, desemprego e o governo fazendo vistas grossas, tentando ludibriar a população com medidas paliativas e eleitoreiras. Enquanto deputados, senadores e governadores mantinham absoluto silêncio, em meio às pressões das ruas, a presidenta deu às caras, foi à televisão, e concorde-se ou não com as medidas adotadas ao longo da semana para dar resposta efetivas as manifestações, ela chamou a responsabilidade para si. Será verdade? Tomou atitudes de quem compreende a gravidade da situação e seu lugar dentro dela.

     

    Cancelou até viagem. Pelo exposto na mídia, nós notamos que a Revista “Isto É” pela posição de seus jornalistas está sempre ao lado do governo. Isso é claro e evidente. A promessa de uma reforma política foi à proposta da presidenta. Uma grande parte da população afirma que a presidente mente descaradamente em pronunciamento que fez em rede nacional. A presidente, em rede nacional, fez pronunciamento distanciado de tudo que o seu governo tem feito, com o apoio, incondicional do Partido dos Trabalhadores (PT) e dos partidos coligados, e descaradamente falseando a verdade.

     

    Durante seu pronunciamento foram contabilizadas dez mentiras espelhadas em suas palavras a nação, aliada ao nervosismo visível da - chefe da nação. A prisão de Donadon foi considerada um marco, além de mais uma vitória dos movimentos das ruas, já que desde a redemocratização nenhum parlamentar havia sido preso. Essa desculpa é uma verdadeira “bucha de canhão”, pois o marco não está completo, a sociedade brasileira quer os quadrilheiros e mensaleiros com os costados nos presídios e com seus patrimônios interditados. Durante essa guerra nas ruas onde estava o ex-presidente Lula? Ele gosta de meter “bedelhos”, mas não teve a mínima coragem de aparece, para levar uma sonora vaia, como levou a presidente Dilma na abertura da Copa das Confederações.



    Escrito por paivajornalista às 10h23 AM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

     

     

    Dilma declarou a existência de “limitações políticas e econômicas”. Que limitações políticas quando o governo conta com o apoio de mais de 400 deputados, de um total de 513, bem como de uma maioria ainda no Senado. Com essa maioria pode criar leis e aprovar qualquer PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que desejar. Quais as limitações econômicas quando o País tem cerca de 400 bilhões de dólares de reservas cambiais, e a presidente perdoa dívidas externas, aceita confisco do patrimônio, como foi o caso da Bolívia e do Equador.

     

    Realiza empréstimos secretos e financiamentos com mais de um bilhão de dólares para o Sudão, além de empréstimo para Cuba e Angola, sem qualquer controle interno. (Secreto). Atos imorais de um governo que almeja a reeleição, através de protecionismo e assistencialismos escancarados. Os manifestantes devem levar isso em conta e não esquecer as falcatruas que continuam no governo atual. Declarou “não permitir que a violência nos faça perder o rumo”... “nesta área ela sabe tudo”, pois militou nos movimentos guerrilheiros do Var Palmares, no - Colina, que causaram danos irreparáveis ao patrimônio do Brasil, praticando crimes a mão armada em assaltos a bancos e casas particulares, usando e abusando de terrorismo, de justiçamento e sequestro de autoridades estrangeiras, e com a cara mais lisa diz que foi torturada. Pode Freud?

     

    Se o povo brasileiro conhecesse a real história política do Brasil, talvez não tivesse elegido Lula e Dilma Roussef para comandar os destinos do Brasil. Saindo da inércia Dilma Rousseff reúne prefeitos e governadores no Palácio do Planalto no dia 24 do mês passado. Começava ali a reação dos três poderes. A presidente declarou ter “obrigação de ouvir a voz das ruas, como dialogar com todos os segmentos”. A grande queixa dos coligados é a de que a presidente não escuta ninguém, considera-se “técnica em assuntos gerais”... E só faz uma exceção para se ligar ao mafioso ex-presidente Lula que criou um modelo próprio de governar, generalizando a corrupção, a impunidade e declarando-se alheio a todas as falcatruas que circulavam no Palácio do Governo e mesmo os conduzidos pelo seu chefe da Casa Civil. Tem muito mais senhores. As vitórias que vieram das ruas... Transporte, Corrupção, Voto aberto, Saúde, PEC 37, Plebiscito para reforma política, Mensalão, Royalties do petróleo, Financiamento imediato para a saúde, Mobilidade urbana, Creches e incremento do ensino fundamental, Reforma Tributária e Transparência.

     



    Escrito por paivajornalista às 10h14 AM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

     

    É muita coisa para ser cumprida em pouco espaço de tempo. Será que a promessa foi grande? Será que o governo vai cumprir mesmo? Vamos esperar resultados. Um grito de guerra se ouvia: “Em ruas de todo o Brasil se ouvia o grito “Da Copa eu abra mão”“. “Eu quero mais dinheiro para a saúde e educação”. Pressão e reação o PMDB, que comanda as duas casas legislativas, votou a - toque de caixa - projetos reivindicados pela população, enquanto o STF mandou prender parlamentar. Propala-se o fortalecimento da democracia, do cidadão e dos Poderes da República. A presidente não respeita o Congresso, vetando suas proposições e obrigando a legislar através de Medidas Provisórias de interesse de manutenção do poder, cria sérias dificuldades ao Judiciário deixando de cumprir leis no atendimento de suas legitimas solicitações e sendo leniente em face ao respeito das leis relativas à reforma agrária, que, frequentemente, são desrespeitadas pelo MST (Movimento dos Sem Terra).

     

    Além do mais tem apoiado a FARC (Força Armada Revolucionária da Colômbia) Colômbia, militado no Foro de São Paulo, que prega abertamente a criação de um bloco de República Socialista marxista leninista na América Latina. Sobre corrupção, além da prisão de Natan Donadon, Legislativo e Judiciário, tiraram da gaveta medidas que dormitavam há anos. Proposição que transforma a corrupção em crime hediondo também foi aprovada pelo Senado. A Câmara votou o fim do voto secreto para cassação de mandatos.

     

    A presidente prega “que o movimento popular faça isto de forma pacífica e ordeira”, violentando a sua própria história de guerrilheira que queria impor sua ideologia com violência e armas na mão, praticando assaltos a banco e casas particulares, fazendo justiçamento em guerrilheiros arrependidos e torturando seus adversários até a morte. (Fonte: Grupo Guararapes). Sem apologias masoquistas, bendita é a dor d’alma que redime o homem... Disse alguém. Estás sofrendo sob o buril da dor d’alma? Não te revoltes. Não te lastimes. Aquieta-te intimamente. Põe-te, ainda que com férreo

     



    Escrito por paivajornalista às 09h45 AM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    queixa dos coligados é a de que a presidente não escuta ninguém, considera-se “técnica em assuntos gerais”... E só faz uma exceção para se ligar ao mafioso ex-presidente Lula que criou um modelo próprio de governar, generalizando a corrupção, a impunidade e declarando-se alheio a todas as falcatruas que circulavam no Palácio do Governo e mesmo os conduzidos pelo seu chefe da Casa Civil. Tem muito mais senhores. As vitórias que vieram das ruas... Transporte, Corrupção, Voto aberto, Saúde, PEC 37, Plebiscito para reforma política, Mensalão, Royalties do petróleo, Financiamento imediato para a saúde, Mobilidade urbana, Creches e incremento do ensino fundamental, Reforma Tributária e Transparência.

     

    É muita coisa para ser cumprida em pouco espaço de tempo. Será que a promessa foi grande? Será que o governo vai cumprir mesmo? Vamos esperar resultados. Um grito de guerra se ouvia: “Em ruas de todo o Brasil se ouvia o grito “Da Copa eu abra mão”“. “Eu quero mais dinheiro para a saúde e educação”. Pressão e reação o PMDB, que comanda as duas casas legislativas, votou a - toque de caixa - projetos reivindicados pela população, enquanto o STF mandou prender parlamentar. Propala-se o fortalecimento da democracia, do cidadão e dos Poderes da República. A presidente não respeita o Congresso, vetando suas proposições e obrigando a legislar através de Medidas Provisórias de interesse de manutenção do poder, cria sérias dificuldades ao Judiciário deixando de cumprir leis no atendimento de suas legitimas solicitações e sendo leniente em face ao respeito das leis relativas à reforma agrária, que, frequentemente, são desrespeitadas pelo MST (Movimento dos Sem Terra).

     

    Além do mais tem apoiado a FARC (Força Armada Revolucionária da Colômbia) Colômbia, militado no Foro de São Paulo, que prega abertamente a criação de um bloco de República Socialista marxista leninista na América Latina. Sobre corrupção, além da prisão de Natan Donadon, Legislativo e Judiciário, tiraram da gaveta medidas que dormitavam há anos. Proposição que transforma a corrupção em crime hediondo também foi aprovada pelo Senado. A Câmara votou o fim do voto secreto para cassação de mandatos.

     

    A presidente prega “que o movimento popular faça isto de forma pacífica e ordeira”, violentando a sua própria história de guerrilheira que queria impor sua ideologia com violência e armas na mão, praticando assaltos a banco e casas particulares, fazendo justiçamento em guerrilheiros arrependidos e torturando seus adversários até a morte. (Fonte: Grupo Guararapes). Sem apologias masoquistas, bendita é a dor d’alma que redime o homem... Disse alguém. Estás sofrendo sob o buril da dor d’alma? Não te revoltes. Não te lastimes. Aquieta-te intimamente. Põe-te, ainda que com férreo esforço, sob a psicosfera da Oração, deixando que o choro ou a lamentação nela se esgote proporcionando-te o semissono, a modorra terapeizante. Depois, uma vez desperto dizia Reynaldo Leite, retoma a questão para uma análise despida de preconceitos, e não te surpreendas pela renovada ótica em relação ao mesmo ideal de construção, de autoconstrução na esteira dourada da alegria de viver, para servir-amando, para compreender-amando, para amar-amando...

     

    Devemos meditar incessantemente nos últimos episódios, nas lutas por dias melhores e esperar que o governo cumpra as promessas e se houver alguma falha na execução do prometido iremos nos manifestar de uma maneira ou outra, para que sejamos eternos vitoriosos. Alguns políticos já nos fizeram de bestas, nos roubaram e continuam roubando, prometendo e nada fazendo. Sempre avante e de olhos arregalados e ouvidos bem abertos, para que a bela manifestação não caia no ostracismo político e sejamos ludibriados mais uma vez. Somos fortes e sabemos onde está o ponto fraco deles, os oponentes da sociedade brasileira. Pense nisso!

     

    ANTONIO PAIVA RODRIGUES-JORNALISTA PROFISSIONAL-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DO PORTAL CEN- DA AOUVIRCE E DA ALOMERCE



    Escrito por paivajornalista às 08h44 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 10h21 AM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    CORAÇÃO SOFREDOR 


    Na avalanche de belos sentimentos.No embalo de palpitações sentimentais,Emolduramos amor sem comportamentos.Nos balanços de corações de compassos anormais. Onde não caio, eu tropeço em forma de provocação,Vivo em eterna loucura, desnorteado em enorme fantasia. No mundo a girar, o povo a bradar em forma de manifestação,Os imperfeitos procurar amar felizes sem de longas, mas com ironia. Em tempo de primavera brotam flores e rosas em profusão,Perfumando o destino, iluminando os céus com vasta alegria.Unimos-nos em relances de amor fortalecidos com muita paixão,Almejo suplantar os obstáculos sem esquecer o que nos nutria.  Alcançar a felicidade referendada por azimutes abrilhantados.Amenizar o coração sofrido, tornando-o com pujança e galhardia,Nossa meta é o prazer, as belas sensações, e abraços entrelaçados.Coração não deve sofrer, pois o amor correspondido nos leva a sintonia. 


    ANTONIO PAIVA RODRIGUES-FORTALEZA/CEARÁ/BRASIL



    Escrito por paivajornalista às 03h11 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 02h39 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    A POLÍTICA BRASILEIRA FEDE

    “Não basta perdoar e pedir perdão, mas é preciso perdoar-se a si mesmo. Para perdoar-se é necessário humildade para reconhecer o erro, sinceridade no arrependimento, confiança na misericórdia e no perdão de Deus, gratidão e alegria pelo perdão recebido.” (Frei Anselmo Fracasso, ofm). 

     

    A política brasileira tem passado por momentos difíceis sem que haja perspectivas de melhora. Afirmar que o nosso parlamento decresceu em termos qualitativos, é vero. Parece até exalar mau cheiro. Existe a necessidade premente que ele não seja hermético em nenhuma hipótese. Faz tempo que o povo brasileiro não sabe o que é hedonismo. Não que os brasileiros irão perecer numa eterna felicidade, mas se faz necessário uma melhoria na qualidade de vida. O clima político tem se tornado hediondo, pavoroso, horrendo, horrível, sórdido, depravado, imundo, repelente, repulsivo e repugnante, por isso, as cercanias da Câmara e do Senado Federal exalam um mau cheiro sem igual.

     

    A hegemonia que é a predominância, a supremacia de alguma coisa em relação à outra, a superioridade, a dominação política e econômica são os vieses das ações perniciosas no rol desses dois órgãos da política brasileira. Quando o povo se manifesta, quando alguém tenta emitir alguma opinião eles afirmam ser heresias políticas. Existe na política do nosso país muito contrassenso, blasfêmia, opiniões absurdas, palavras ofensivas à religião, a raça e a condição social da população. No final tudo termina em pizza ou em verdadeiro disparate. Queremos ressaltar que os hipócritas são eles e não a sociedade brasileira. Fingidos, falsos, simuladores de sentimentos e não agem conforme prometem em campanha é um desdiz tremendo. 

     

    “Confusão tamanha família – Polícia Federal investiga as causas do tumulto nos saques do (Bolsa Família)”. Apesar da tese da orquestração política, disseminada tanto pelo governo quanto pela oposição, equívocos operacionais não estão descartados. Como diz o clichê popular: “Eles jogaram uma verde para tentar colher uma madura”.  A ação governamental deve ser rígida e não flácida. A população carece de oportunidades de empregos, enquanto decisões são adiadas o povo se embrenha no comércio informal. O poder jamais será eterno. As bolsas distribuídas indiscriminadamente viciam a quem recebe, pois não temos cultura suficiente para conviver com esse tipo de esmola. O Partido dos Trabalhadores(PT) não será eterno no governo brasileiro e o partido que o substituir vai ter um dor de cabeça infernal e uma confusão sem precedentes. O planejamento estratégico é colocar a população ociosa para trabalhar. Esses benefícios sórdidos tem aumentado consideravelmente o consumo de drogas entre as famílias pobres desse Brasil varonil.

     

    Aumentando a drogadização vem à violência de todos os matizes, levando a população ao desespero e ao pânico. Muitos cidadãos brasileiros vivem em verdadeiras “prisões”, pois é difícil encontrar residências sem cercas elétricas, câmeras, grades, e um aparato bem traçado para dificultar a ação de marginais.  Segundo nos informam os jornalistas Izabelle Torres e Josie Jeronimo, o País assistiu a dois movimentos paralelos de realidade brasileiras que raramente se comunicam. Nas periferias de 13 cidades, beneficiários do (Bolsa-Família) se desesperaram nas filas de agências da Caixa  Econômica Federal para sacar recursos destinados a famílias com renda per capita abaixo de R$ 140 por mês, motivados pela notícia de que a assistência seria suspensa.

     

    Essa parafernália criada mostra com todas as letras, a miséria que existe no Brasil. A bolsa nunca será solução para amenizar a pobreza que graça no Brasil. Uma classe de ociosos vem se formando a cada dia e toma proporções grandiosas, que o próprio Partido dos Trabalhadores(PT) sentirá dificuldades para descomplicar a situação calamitosa que foi criada. Ato Político? Durante inauguração da Arena Pernambuco, a presidenta Dilma Rousseff criticou boatos e defendeu o programa social. Será que a bolsa detenção é um programa social? O meliante mata, rouba, furta, sequestra, comete crimes bárbaros e ainda é aquinhoado com a famigerada Bolsa Detenção, isto é, quase duas vezes mais o que ganha o trabalhador cidadão. O ministério assegura que o problema não foi operacional e que não faltou dinheiro para bancar o (Bolsa Família).  

     

    Outras movimentações que serão apuradas se referem ao histórico de pagamentos do Ministério do Desenvolvimento Social. Dois empenhos foram cancelados no último mês e o último pagamento referente ao programa foi realizado na véspera da confusão. São essas mazelas que deixam os brasileiros desconfiados e de orelha em pé. Outro assunto político que toma vulto na mídia é a possível nomeação de Graça Foster na Casa Civil. Saiba por que a presidenta da Petrobras voltou a ter seu nome cotado para assumir o ministério mais importante do governo. Mercadante corre por fora. Pesquisas em poder do governo mostram que Aloizio Mercadante pode triunfar como candidato ao governo de São Paulo em 2014. Lascívia sob a gestão de Américo Fontenelle, o consulado – Geral do Brasil em Sydney, na Austrália, virou palco de vulgaridades. A Embaixada leva o nome de( Embaixada do assédio). Como o ritual de cantadas, gritarias e desrespeito mantido pelo cônsul Américo Fontenelle transformou o consulado do Brasil na Austrália num ambiente indecente e insuportável.

     

    Concurso do Ministério Público – Sete são presos acusados de compor quadrilha de fraudadores. Até 30 candidatos seriam beneficiados pelo esquema, não efetivado. De cada um erram cobrados R$ 30 mil, o que faria da ação algo quase milionário. Os sete membros da quadrilha ficam presos, conforme o MP, por cinco dias – até novos encaminhamentos serem dados ao caso. Todos estão na DECAP, - a exceção da mãe do bebê de três meses. Desorganização e atrasos marcam dia de prova. Candidatos reclamaram do despreparo dos fiscais para a entrega e o recebimento dos objetos vedados no edital. O concurso do MPE oferece vagas, divididas em cargos de nível médio e superior. O dia da prova foi marcado por atrasos e desorganização. 

     

    Voltando ao caso do cônsul as vítimas em depoimentos reveladores, funcionários do consulado de Sydney contam como agiam o cônsul Américo Fontenelle e seu número dois, Cesar Cidade. Luis Neves, 39anos; Allan Lima, 46 anos, funcionário há 28 anos; Claudia Pereira, 40 anos; Alberto Amarilho, 37 anos, primeiro funcionário de carreira a apoiar os servidores; André Costa cônsul – geral adjunto  e Viviane Jones, 37 anos. Todos eles contam as suas versões. Viviane diz: “Era de manhã, por volta das 10h30. Fui à cozinha pegar um café, mas os copos descartáveis havia acabados”.

     

    Então, me abaixei para procurar em uma gaveta do armário, quando o cônsul- geral chegou e disse: ‘Nossa, Viviane, você está em uma posição muito sugestiva’. Saí rapidamente dali. Senti-me indefesa(...). Nós, mulheres, tínhamos como acordo uma avisar a outra quando ele estivesse se aproximando.  (...) Outra vez que eu estava trabalhando, concentrada . E ele veio por trás, me deu um beijo na bochecha e sussurrou no meu ouvido(...)Ele falava de mim, mas nas reuniões , comentava das minhas roupas, do meu perfume, da minha maquiagem. Dizia que ficava imaginando e que estava debaixo da minha blusa, da minha saia. Muitas vezes, ele caminhava se ‘esfregando’ nas funcionárias. “O conselheiro Cesar Cidade tem problemas com asiáticos, especialmente chineses. Ele Dizia: “Chinês é tudo filho da Puta, imigrante ilegal”. Querem ir para o Brasil para dar golpe”.

     

    O tratamento com os funcionários era de deboche e pornográfico, tanto por parte do cônsul como do conselheiro Cesar Cidade. Claudia Pereira foi vítima de assédio sexual. Duplo desrespeito – Os embaixadores Américo Fontenelle e Cesar Cidade se revezavam nas gracinhas e xingamentos aos subordinados. Era uma prática recorrente – Quando ocupava o cargo de embaixador em Toronto no Canadá, Américo Fontenelle já assediava funcionários. “Entre aqui e tire a roupa”. Servidores do consulado em Toronto confirmam rotina de imoralidades. Vanice Lopes, 44 anos. ‘O embaixador me chamou no arquivo. Eu já entrei e perguntei o que era, e ele disse: ‘Entre e tire a roupa. Sai dali correndo e ele soltou aquela gargalhada insana e doentia’ – Sou um embaixador tarado que só pensa em sexo. Vejo-me agora numa alcova com espelho no teto”(...)”.

     

    Por essa e outras razões mais graves, medianas, mas que estão sujeitas a punições que dizemos sem medo de errar que a política brasileira fede. Tem de tudo. Senão bastasse os episódios envolvendo o ex-presidente Lula e sua secretária lá no estado de São Paulo, agora aparece o embaixador tarado e seu auxiliar. Será que a presidenta do Brasil não tomará nenhuma atitude em relação a esse embaixador que está deixando os funcionários das embaixadas por onde passa em polvorosa. O imbróglio está feito, a confusão formada, a mixórdia, as trapalhadas e as embrulhadas estão à vista de todos. Uma tomada de decisão drástica para embaixadores que não sabem honrar seu cargo e a sua profissão. Pense nisso!

     

    ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DO PORTAL CEN- DA AOUVIRCE E DA ALOMERCE

     

     

     

     



    Escrito por paivajornalista às 07h47 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 03h15 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    MARCOS VALÉRIO E SEUS SÓCIOS CONDENADOS

     

    “O orgulho é o primogênito do casal ignorância e desamor. Dos sentimentos negativos e prejudiciais, é o orgulho um dos mais difíceis de ser exterminado. Está ele enraizado em nós desde a mais tenra idade. Podemos afirmar que muitas das nossas dores estão associadas a ele. Há o orgulho de raça; de casta; de posição social; de família; de saber. O orgulho é difícil de ser detectado porque tentamos disfarçá-lo das mais variadas formas, ou seja, melindre, mágoa, amor-próprio”. (Lourdes Carolina Cagete).


    Para os religiosos o homem é a criação Divina de Deus. Algumas religiões vão mais além e dizem que o Pai Maior o criou a sua semelhança. Outras pessoas, principalmente os agnósticos dizem se tratar de verdadeiros arrufos e que pode causar aos seus companheiros ateus uma espécie de asco. Nojo, repugnância, rancor, enjoo, náuseas, sensação de repugnância. Será que aqueles que não acreditam na existência de Deus sofrem com essas particularidades? Não acreditamos. Ao comentarmos sobre Deus na presença de um agnóstico ele se irrita, tem ressentimentos passageiros. Vemos como é a imperfeição humana. Parece até que somos seres irracionais, ou agimos como se fôssemos. Passaríamos dias, horas e tempos infindáveis falando sobre o ser humano. A evolução humana, ou antropogênese, é a origem e a evolução do - Homo sapiens - como espécie distinta de outros hominídeos, dos grandes macacos e mamíferos placentários.

     

    O estudo da evolução humana engloba muitas disciplinas científicas, incluindo a antropologia física, primatologia, a arqueologia, linguística e genética. A Paleoantropologia é a distribuição geográfica e temporal do gênero Homo. Outras interpretações diferem na Taxonomia e distribuição geográfica. A moderna área da paleoantropologia começou com o descobrimento do Neandertal e evidências de outros "homens das cavernas" no século XIX. A ideia de que os humanos eram similares a certos macacos era óbvia para alguns há algum tempo. Mas, a ideia de evolução biológica das espécies em geral não foi legitimizada até à publicação de A origem das espécies por Charles Darwin em1859.

     

    Apesar do primeiro livro de Darwin sobre evolução não abordar a questão da evolução humana, era claro para leitores contemporâneos o que estava em jogo. Thomas Huxley e Richard Owen focaram na ideia de evolução humana, e quando Darwin publicou seu próprio livro sobre o assunto (A descendência do Homem e Seleção em relação ao Sexo), essa já era uma conhecida interpretação da sua teoria — e seu bastante controverso aspecto. Até muitos dos apoiadores originais de Darwin (como Alfred Russel Wallace e Charles Lyell rejeitaram a ideia de que os seres humanos poderiam ter evoluído sua capacidade mental e senso moral pela seleção natural). Todos nós temos uma “Árvore genealógica” humana. Pleistoceno, Plioceno e Moceno.

     

    Separação entre hominídeos e primatas, segundo o relógio molecular; por 5 m.a. Antes do hominídeo a cronologia humana estava assim delineada: gênero: sahelanthropus tchadensis, Orrorin tugenensis, ardipithecus kadabla, ardipithecus vanidua. Os gêneros Austropithecus: anamensis, afarensis, africanus e garhi. O gênero Paranthropus: Aethiopicus, boisei e robustus. Na taxonomia moderna, O Homo sapiens é a única espécie existente desse gênero, Homo. A palavra homo vem do Latim e significa “pessoa”, escolhida originalmente por Carolus Linnaeus em seu sistema de classificação.


    É geralmente traduzido como “homem”, apesar disso causar confusão, dado que a “homem” pode ser genérica como homo, mas pode também referir-se especificamente aos indivíduos do sexo masculino. Temos: H. Habilis, H.erectus, H.ergaster, H.heidelbergensis, H. Floresiensis, H. Neanderthalensis, H. Sapiens que surgiu há cerca de 200 mil anos atrás. Pode até se tornar cansativo a leitura de um artigo ou de uma matéria quando nos estendemos um pouco, no entanto, se faz necessário falar o que a história diz sobre a raça humana. (Wikipédia). Aqui não contém toda a história, mas uma síntese que todos entenderão com facilidade.

     

    Fizemos essas conotações para falar de “nuances deletérias que parece ser uma “autofagia” política e que vem denegrindo a imagem brasileira em comparação ao resto do mundo”. Estamos envergonhados com tantas corrupções ausentes de punições. O bálsamo que tínhamos transformou-se em lama e podridão cujos beneplácitos dessa corrupção desenfreados toda a população brasileira conhece de có e salteado. É uma corrupção bizarra e monstruosa. “As revelações dos sócios de Marcos Valério.” – Após oito anos em silêncio, os ex-sócios de Valério na agência SMP&B Cristiano Paz e Ramon Hollerbach abrem o jogo e contam a mídia como foi montada a estratégia para ganhar dinheiro com o PT (Partido dos Trabalhadores) e revelam os bastidores da aproximação e briga com o operador do mensalão. Em sua defesa, eles alegam que o julgamento do processo no Supremo Tribunal Federal (STF), no qual foram condenados, apresentou falhas, conforme nos informa o jornalista da revista “Isto É” Paulo Moreira Leite. Cristiano Paz em entrevista diz que “Quando me apresentaram um cheque de meio milhão, fui embora”.

    Ex-sócio de Valério também revela que assinou cheque de R$ 326 mil para Pizzolato. O ministro Joaquim Barbosa disse no julgamento que você recebeu R$ 200 mil da DNA, a agência que distribuía dinheiro para o PT... Recebi os R$ 200 mil porque resolvi deixar a agência. Resolvi sair quando cheguei à conclusão de que



    Escrito por paivajornalista às 02h54 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    estavam ocorrendo coisa ali, que eu não entendia nem podia controlar. Eu não ia A DNA, só muito raramente. Fim da Gênese do esquema filial de Brasília da SMP&B Comunicações foi fechada em 2005 no rastro do escândalo do mensalão.  Em entrevista a “Isto É”, ambos contaram como e porque se aproximaram e, depois, brigaram com Marcos Valério e em que situação foram apresentados a Delúbio Soares, ex-tesoureiro petista. Revelaram ainda os bastidores da reunião em que acertaram o empréstimo de R$ 10 milhões ao Partido dos Trabalhadores com um dirigente do Banco Rural. “O Duda Exigiu um esquema mais seguro. Então o Marcos Valério descobriu a conta no paraíso fiscal”. Qual o empenho de se aproximar do PT? Porque nós queríamos fazer a agência crescer e é esse o caminho que elas trilham no Brasil. Se você olhar para as outras agências verá que a maioria fez a mesma coisa. Então, eu acho natural fazer assim.

     

    A acusação diz que os Srs., pagaram uma propina de R$ 50 mil para vencer... Ramon Responde que isso não faz sentido. É uma ilação. Dizem que nós estivemos com o (deputado) João Paulo Cunha (presidente da Câmara na época.) para combinar o pagamento dias antes do resultado da licitação sair. Mas nada prova. No governo petista ninguém assume o que faz e além do mais o nada ver é a desculpa mais esfarrapada. O ex-presidente Lula é doutor honoris causa na arte de nada ver. É um cego político que engorda suas contas e seus patrimônios e esconde de todos. Ele enxerga e muito bem.

     

    No fim daquele ano, Marcos Valério, sócio mais recente, que tivera a capacidade de retirar a SMP&B do fundo de um poço financeiro, apareceu acompanhado de um personagem que mudou a vida dos três: Delúbio Soares, Tesoureiro da campanha petista. Depois da Bonança. A briga - sócios romperam com Marcos Valério por causa de cheque mal explicado. Nem a vontade de enriquecer nem a troca de favores, mesmo enunciada com fraqueza tão rara e explícita, explicam as condenações de 25 ou 29 anos. Eles foram condenados por crimes graves, corrupção ativa peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Ao pedir a condenação de Paz, Joaquim Barbosa denunciou “toda uma parafernália, um mecanismo bem azeitado de desvio de recursos públicos”.

     

    O revisor Ricardo Lewandowski se opôs a Joaquim Barbosa em vários momentos do julgamento, considerou que p réu “cometeu crimes gravíssimos” e decidiu condená-lo, mesmo aplicando penas mais leves. Os dois emprestaram ao PT um dinheiro que não era deles nem de suas agências, mas do Banco Rural, um dos potentados financeiros de Minas na época. Interessado, ele também, em aproximar-se do PT, José Antonio Drummond, executivo da instituição que iria morre num desastre de automóvel, chamou paz e Hollerbach para uma conversa onde sugeriu triangulação. No dia em que lhe pediram para assinar um cheque ao portador no valor de R$ 500mil, Paz resolveu cair fora. Os dois faziam parte do núcleo do mensalão. Nas 8.405 páginas do acórdão do mensalão, o nome de Ramon Hollerbach é o segundo mais citado., 2.487 vezes.Com base no testemunho de uma publicitária que atuava na área de marketing do Banco do Brasil, os ministros respaldaram a denúncia de que o esquema desviou R$ 73 milhões da instituição para garantir a festa petista.  

     

    Diante desses fatos será que o ex-presidente Lula, ainda terá o descaramento em afirmar de que nada sabia. Ele deveria estar sendo julgado pelo Supremo, pois nós o consideramos como participe do mensalão. Contrariando o STF, sócios de Valério usam documentos do Banco do Brasil para tentar mostrar que dinheiro do Fundo Visanet era privado. Segundo a página 21 do documento, intitulado “Síntese de trabalho de auditoria”, a Visanet, criada pela empresa multinacional que é proprietária do Cartão Visa, com gestão e direção autônomas, aplicava recursos próprios na DNA, “não pertencendo os mesmos ao Banco do Brasil”.

     

    Veja o que vem por aí: “ Discreto até o anúncio de seu nome como sucessor de Carlos Ayres Brito no Supremo Tribunal Federal(STF), o futuro ministro Luis Roberto Barroso respondeu assim a um amigo , que recentemente perguntou se ele estava no páreo por uma vaga na Corte: “A minha chance é se não sair nada na imprensa”. Flamenguista e muito amigo do ex-presidente Lula, ele gosta de surpreender. Diagnosticado com tumor primário no esôfago, em 2012, ele se tratou no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, com o oncologista Paulo Hoff, que cuidou da presidenta Dilma Rousseff. “Vamos ter que aprender com o seu caso”, disse o médico a ele tão logo recebeu os exames.

     

    Barroso será o relator do Mensalão do PSDB. Daqui a algum tempo o STF está superlotado de petista. É a artimanha para não serem condenados pelas falcatruas e a corrupção maligna que se envolveram até hoje. (Ricardo Boechat). O governo que está aí é sórdido, soslaio, sôfrego, soturno entre outros adjetivos. O povo brasileiro está sofrendo de melancolia. É a doença, vírus quase mortal que invade a desatenta alma é como veneno letal. É um estado nostálgico, onde nos entregamos sem vontade de lutar, sem disposição, sem entusiasmo para nada. Sentimo-nos alienígenas na nossa própria casa, no trabalho, na rua e nos entretenimentos. Pense nisso!

     

    ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DA ALOMERCE- DO PORTAL CEN-DA AOUVIRCE

     



    Escrito por paivajornalista às 02h23 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 05h22 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    AS RAÍZES DE TUDO.

     

    “Não crie problemas. Quem se deixa levar pelo nervosismo, destrói o equilíbrio, a paz, a razão, com problemas e faz da vida um tormento. O nervosismo dificulta e esconde a solução dos problemas, ao passo que a calma favorece o raciocínio e apressa a solução.” (Lourival Lopes).

     

    Com certeza as raízes de tudo estão em nossas vidas. Elas se manifestam em nossas boas ou más ações, próprias ou impróprias, inteligentes ou desumanas. O primeiro passo, a diretriz, o azimute para resolver qualquer problema é compreendê-los estudando as suas causas. O mundo Ocidental passa por transformações profundas, desde a econômica, crises de moral e políticas. Esta crise envolve indivíduos de diversos matizes, bem como nações que lidam com enormes confusões e desnorteamentos.

     

    O histórico dessas nações é importante para se planejar mudanças básicas ou estratégicas, no intuito de transformações do que acontece nos dias atuais e que denotam na população uma sensação de vazio e pura ansiedade. A nossa sociedade vem perdendo de maneira brutal o seu foco e seus valores na sociedades são ínfimos. Nossas qualidades como seres humanos são distorcidas por políticos desonestos, ditadores que não desejam a felicidade da sociedade e deixam de investir no básico de qualquer governo. Nós apelidamos esse básico em Trindade Social, isto é, educação, saúde e segurança. Dizem os especialistas em política que nosso estado atual é de transição, porém o povo vive em tremenda agonia.

     

    Os direitos são tolhidos, não respeitam leis, nem a Constituição Federal (Carta Magna), procuram as diretrizes do mal para locupletação. Compram votos, aliciam eleitores, estão de olho nas melhores funções políticos, nas pastas importantes do governo, além de se embrenharem sem freios na corrupção, na lavagem de dinheiro e no enriquecimento ilícito. Com essas atitudes deletérias todos perdem em qualidade e valores. A crença que vem crescendo em termos desproporcionais é o valor da competição individual. Uma convicção notória é de que quanto mais evoluído fosse o trabalho maior seriam os interesses econômicos, e o enriquecimento contribuía para o progresso material das comunidades.

     

    Hoje o “teatro de operações” é outro, pois quem governa determinado estado não o faz com lisura, pois a ética morre no nascedouro e eles querem e almejam ser os doninhos do estado. Laissez- faire conforme nos informa o site Wikipédia é hoje expressão-símbolo do liberalismo econômico, na versão mais pura do capitalismo de que o mercado deve funcionar livremente, sem interferência. Esta filosofia tornou-se dominante nos estados Unidos da América do Norte e nos países ricos da Europa durante o final do século XIX até o início do século XX.

     

    Essa teoria econômica foi eficaz durante vários séculos. Ocorria exatamente nos primeiros instantes da industrialização e do capitalismo moderno, o povo deveria lutar bastante para enriquecer com ampliação dos seus negócios.  É a parte da expressão em língua francesa “Laissez faire, laissez aller, laissez passer”, que significa literalmente “deixai fazer, deixar ir, deixai passar”. A sua origem é incertamente atribuída ao comerciante Legendre, que teria pronunciado numa reunião com Colbert, no final do século XVII(Que faut-il faire pour vous aider? Perguntou Colbert. Nous Laisser faire, teria respondido Legendre). Mas não resta dúvida que o primeiro autor a usar a frase laissez-faire, numa associação clara com sua doutrina, foi o Marquês de Argenson, por volta de 1751.

     

    Nos dias atuais, tempo de negócios gigantescos e monopólios capitalistas, como é que alguém pode ter sucesso como competidor individual?  Restam poucos grupos que, como os médicos, psicoterapeutas e alguns agrônomos, ainda se dão ao luxo de ser seus próprios patrões, e mesmo estes estão sujeitos à flutuação dos preços e do mercado, como todos os demais nos explica Rollo May. Os progressos científicos em nosso século pode ter nos tornado mais independentes como nação e também em relação a outros países, no entanto, ainda existe muito individualismo e a ciranda é cada qual por si e o diabo que leve o último.

     

    As mudanças de governo, as mudanças políticas, o glamour em estar no topo tem feito com que grandes países amarguem uma crise econômica sem precedentes. Essa crise do dinheiro pode tem levado a banca rota muitos ao desemprego, a economia forçada para não conviver com a fome no futuro. As ações do mercado se não forem bem geridas com certeza perderão o seu valor e o resgate antecipado trará tremendos prejuízos para qualquer nação. Dinheiro mal empregado, economia mal administrada, política de gastos exorbitantes tem levado os países emergentes e grandes países europeus a enfrentarem uma grande crise, que nem o FMI (Fundo Monetário Internacional) minimizará a situação.

     

    A liberdade é a capacidade de o homem contribuir para a sua própria evolução. É a aptidão para nos amoldarmos, é o outro aspecto da autoconsciência. Se não tivermos consciência de nós mesmos seremos impelidos pelo instinto, ou pela marcha automática da história, como se abelhas ou os mastodontes. Diante da dissertação acima temos que meditar em nossas ações, pois nem sempre a liberdade escancarada pode ser a solução para os nossos problemas.

     

    Os ideais devem ser planejados tendo como viés a população, seja ela mais abastarda ou menos aquinhoada. Infelizmente o que vemos no Brasil atual é uma inversão de valores, uma política econômica onde as grandes empresas só querem lucrar e o governo sugar o povo com uma quantidade enorme de impostos que lesam o que o trabalhador ganha no final do mês. O mastodonte é um proboscídeo fóssil, que surgiu no Oligoceno e se extinguiu no Pleistoceno tardio. Poder ter conotação de uma pessoa muito corpulenta. Oligoceno é um termo usado em Geologia para definir um terreno terciário que constitui uma secção entre o eoceno e o mioceno. É um adjetivo que provém do grego: “oligos + Kainos”.

     

    Na geologia Pleistoceno é o período geológico da era cenozoica no qual surgiram os primeiros seres humanos e as geleiras polares se expandiram, cobrindo mais de um terço da Terra. A política desigual, o interesse político, a não aplicação no social tem levado o nosso país a um caos social. Esse caos aumenta tanto a inflação, como as dívidas internas e externas. Se os governante não partirem para uma educação de qualidade, uma segurança bem estruturada e sem contratempo e, uma saúde onde todos se sintam bem, o fim da história pode ser trágico. Responsabilidade, vontade política está em falta em nosso país. A vingança tem sido o prato principal do governo atual e se continuarem com a mesma fome vão morrer empanzinados. Pense nisso!

    ANTONIO PAIVA RODRIGUES- MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DO PORTAL CEN- DA AOUVIRCE E DA ALOMERCE

     

     

     



    Escrito por paivajornalista às 04h24 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 04h07 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    FESTA JUNINA

     

    São João disse que eu iria ser feliz... São Pedro de imediato confirmou. Santo Antonio, uma vez me deixou infeliz... Pois, a sua predição não se confirmou. Olha para o céu meu amor e, ela olhou... De repente o tempo mudou, a felicidade surgiu, Agarrei-me com os três santos e ela chorou... De alegria e contentamento o sorriso refletiu. A noite bela, mágica e encantadora... Resplandecendo no céu as estrelas sorriam. O nosso coração palpitava sem masmorra... Em nosso olhar lágrimas quentes se derretiam. A fogueira flamejava na intensa escuridão... Fogos, balões e rojões coloriam o ambiente... O olhar da minha amada cintilava de muitão.

     

    Anunciando que nosso amor seria para sempre. A escuridão refletia belas e luzentes aquarelas... O tempo passa de repente e nos deixa muita saudade, a nossa mente imanta o que encanta em marcas singelas, o seu olhar tão inflamado vislumbrava a fogueira com vaidade. A felicidade espelhava intensas e belas labaredas... Como um clarão que reluzia no céu de luz interminável, estava feliz, contente, pois meu pedido caminhou por veredas... E o pecado do santo foi perdoado com amor incontestável.

     

    É festa na roça, na cidade e no sertão muitos pedidos no entorno da fogueira. Muitos pedidos aos três santos de plantão... Agradecimentos sinceros se ouviam... Muita comida típica, danças, quadrilhas e festejos a noite inteira, deixavam o céu em fumaça. Muitas donzelas fazendo promessas, a sanfona luzia em sons frenéticos... As simpatias anunciavam o ardor, a paixão e o desejo por um casamento, não eram de graça. Pois, os santos depois iriam cobrar em dobro os milagres, promessas cumpridas nas festanças com nexos ou sem nexos, sem prazeres desconexos.

     

    ANTONIO PAIVA RODRIGUES- FORTALEZA/CEARÁ/BRASIL

     



    Escrito por paivajornalista às 04h03 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 06h47 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    UM REI ABUSADO

     

    “Os pensamentos se tornam fortes pela repetição. Cada vez que se faz um; em sequência a outro da mesma natureza, há um acréscimo de intensidade à realização. Se você repetir que não prejudica a ninguém, tem plena atividade, é capaz de se sair bem nas provas, não teme trabalhar, quer servir a coletividade e se entende com qualquer um, essas afirmações se concretizarão.” (Lourival Lopes).

     

    Andar com um belo semblante, de cabeça firme, deixando o orgulho de lado, mostrando notadamente a sua simplicidade, mantendo passos firmes, com altivez e sem denotar arrogância, essa é a figura de um homem dedicado, trabalhador, sem grande aspecto censurável, sem jamais se separar da ética, pois a sinonímia mais perfeita para a qualificação de um cidadão de bem e de um homem público é essa.

     

    O orgulho muitas vezes pode deixar o homem antipático, mesmo se tratando de uma celebridade. Muitas pessoas denotadamente astros, quando em público, mostram uma fisionomia que não reflete a realidade da sua vida. Alguns cantores, atores, atrizes, autoridades políticas exacerbam desse mal imantado em seu ser, e mudam a diretriz e, o azimute desnorteado vai atingir determinadas pessoas de outras maneiras.

     

    Estamos nos referindo a um cantor de sucesso e conhecido como o rei da música popular brasileira, Roberto Carlos. O que ele guarda no coração e a sua atitude perante o público, talvez não reflita a veracidade de sua vida particular. Pela terceira vez, o cantor tenta impedir a circulação de um livro no qual é citado, numa demonstração de autoritarismo e desprezo pela liberdade de expressão. Um homem que se diz religioso, fervoroso católico e devoto de Maria mãe de Jesus, tem agido de maneira estranha com pessoas que querem mostrar a sua vida sem denegrir a sua imagem. Ele tem que mostrar que está na direção certa que o sucesso alcançado e o que ganhou não dependeram somente dele. Deus ajuda a quem madruga. O bom Espírito humano deve colaborar com as pessoas que estão querendo mostrar trabalhos. O cantor já é conhecido como “Mão de Tesoura” em editoras e entre biógrafos. O apelido faz jus ao seu notório comportamento antidemocrático quando alguém ousa publicar uma obra que aborde sua trajetória.

     

    O rei da censura totalmente desconectado esquece que, na era da internet, é impossível bloquear a informação. A biografia dele feita por Paulo Cesar Araújo pode ser baixada e lida no computador.  O rei do iê-iê-iê como ficou conhecido é o título do livro da pesquisadora que aborda o impacto da jovem guarda no comportamento e no estilo dos brasileiros. Roberto Carlos alega que um PL (393/2011) está sendo discutido no Congresso Nacional para modificar a legislação e garantir que a liberdade de expressão não seja violada.

     

    Aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça neste mês de maio, a proposta abre exceção para casos em que a trajetória pessoal, artística ou profissional da pessoa em questão tenha dimensão pública ou haja interesse da sociedade em sua divulgação. Se o projeto de lei já tivesse sido aprovado Roberto Carlos estaria com as mãos atadas e essa proibição não aconteceria. (Fonte: Revista “Isto É” de 01/05/2013 de nº. 2267). Os livros vetados são: “O rei e eu”, de seu ex-mordomo Nicholas Mariano em 2007, “a biografia de Roberto Carlos em Detalhes”, do historiador Paulo César de Araujo; e agora “Jovem Guarda: Moda, Música e Juventude”, de Maíra Zimmermann.

     

    Nem seus companheiros do tempo da jovem guarda quiseram comentar o polêmico assunto. Esse último é um trabalho de pesquisa para uma dissertação de doutorado em história pela Universidade de Campinas, estado de São Paulo. Alguns cantores do tempo da jovem guarda ficaram felizes por ver suas histórias contadas com todo carinho e amor pela universitária da Unicamp. A diretora da editora Estação, Káthia Castilho, se espantou com a notificação, e espera que seja um equívoco e que o cantor volte atrás. Será? Será que o cantor Roberto Carlos tem um rei na barriga? Quem sabe! O deputado Alessandro Molon (PT-RJ) diz: “Quem parte para uma proibição desse tipo, cerceia dois direitos fundamentais e garantidos na Constituição: o direito à informação e a liberdade de expressão.” Esse cara é ele, Roberto Carlos, salienta o político. (Grifo nosso).

     

    A autora ainda foi acusada de falar sobre a intimidade de Roberto Carlos, ela desmente, afirmando que nunca se debruçou sobre a vida pessoal dele, limitando-se ao interesse profissional e ao impacto da jovem guarda, não só no comportamento, como na maneira de vestir de uma geração de brasileiros. Roberto alega que se baseia no art. 20 do Código Civil de 2002, que impede a publicação de textos sem a autorização do biografado, entre outras formas de proteção de imagens de pessoas.

     

    Enquanto, Roberto Carlos briga para a não publicação de um trabalho de dissertação de doutorado em história, milhões de discos são copiados e vendidos nas ruas e avenidas das grandes cidades e, no interland como cópias que no dizer dos vendedores ambulantes é “pirata”. Todo mundo sabe que pirataria é crime, e como tem gente cometendo crime nesse país, nas barbas das autoridades que nada fazem. Nesse caso o artista perde o valor de seus “Direitos Autorais”. A Pirataria de discos e CDs já está inclusa no comércio informal.

     

     

    Moral é a regra de bem proceder, isto é, de distinguir o bem do mal. A moralidade a despeito das mudanças que se operam no mundo, a bem dizer em todos os sentidos, o valor intelectual e o valor moral se reclamam e completam, pouco importa que muita gente não se preocupe com problemas desta ordem. Já o orgulho é a pedra de toque para o conhecimento dos homens. O orgulho é o terrível adversário da humanidade, a fonte de todos os vossos males. É o sentimento da própria grandeza real, existente no íntimo de cada ser, mais transbordado ou desviado do seu verdadeiro curso. É a revelação da atitude que cumpre à criatura alcançar e que só alcançará pela humildade. Esse homem orgulhoso sou eu... Roberto Carlos. Pense nisso!

     

    ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DO PORTAL CEN- DA AOUVIRCE E DA ALOMERCE.



    Escrito por paivajornalista às 06h10 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 02h16 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    PRÊMIOS PARA CORRUPTOS

     

    “A tempestade, as dores e decepções passam. As situações mudam de um momento para outro. A tristeza se torna alegria, o abatimento vira ânimo, a doença desaparece, a turbulência converte-se em paz e a derrota em vitória. Não se deixe vencer... Acredite em Deus, numa força do tempo a seu favor, num destino bom, convicto de serem possíveis às transformações.” (Lourival Lopes). 

     

    Ser corrupto no Brasil atual tem as suas vantagens. No entanto, o político tem que perder a sensibilidade, a honradez e dizimar a ética para suportar os comentários e críticas da mídia. Político honesto no parlamento brasileiro é esquecido e isolado pelos demais. Se ele quer batalhar para conseguir aprovar qualquer Projeto de Lei, terá que ingressar no timaço dos corruptos e se tornar um deles. Dizem que o nosso País é Pai e não padrasto e, a nação brasileira uma mãe e não uma madrasta. A sagacidade política cresce a passos largos, as nuanças perniciosas são vistas a olhos nus e, os que agem assim não estão preocupados, pois sabem a pizza pode ser saboreada, degustado com vinho, uísque ou champanhe.

     

    No cenário, na tela cinematográfica quando surge uma nova novela, um novo filme, os espectadores são em grande maioria, pois cada um quer levar a sua fatia para casa. Sinceramente, jamais passamos por momentos infelizes e vergonhosos como estamos passando agora. De Sarney para cá a política brasileira foi uma lástima.  Crime e Prêmio – “Conselho do Ministério Público consagra a impunidade ao garantir uma aposentadoria de R$ 24 mil a Demóstenes Torres, mesmo que esteja afastado”. Compensou, embora tenha sido cassado pelas relações com o bicheiro Carlinhos cachoeira, Demóstenes foi premiado pelos colegas procuradores.

     

    Por Dentro da Decisão – Por sete votos a cinco os conselheiros decidiram que Demóstenes deve ser considerado membro vitalício do Ministério Público (MP) de Goiás. Significa que ele não poderá ser demitido e que sua punição se restringe a suspensão, advertência e aposentadoria com vencimentos integrais de R$ de 24,1mil. Aqui indagamos: “Compensa ou não ser corrupto no Brasil”? Claro que compensa, pois a impunidade é o ponto forte da política brasileira. Curiosamente, o próprio procurador-geral da República, Roberto Gurgel votou a favor de Demóstenes Torres, e será beneficiado com a nova interpretação. Infelizmente, nesse caso, a decisão do Ministério Público, a quem sempre coube zelar pela conduta dos agentes políticos, representou a vitória da impunidade. Outro político mostra a sua cara e se abastece da vingança para derrubar o candidato a presidente da República pelo PSB pernambucano, Eduardo campos.

     

    Esse político que citamos trata-se de Ciro Ferreira Gomes, preterido pelo PSB na disputa pela Presidência em 2010, ele dá o troco e torna-se uma pedra no sapato da candidatura de Eduardo Campos e pode até deixar a legenda. Sujeira geral. Um poleiro de papagaio com certeza. Último Round – Nova briga entre Eduardo Campos e Ciro Gomes pode resultar num racha. Ciro e Cid Gomes, por sua vez, permaneceriam na condição de aliados de primeira hora do governo. A manobra, no entanto, corre sério risco de fracassar.

     

    Essa pressão isolada que os irmãos Ferreira Gomes estão fazendo, segundo o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), é um constrangimento que não serve ao PSB nem ao governo. Ciro Gomes se reuniu com Gilberto Kassab, presidente do PSD. Mais uma vingança a vista senhores. Capital disputado: Ciro Gomes tenta inviabilizar a candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República pelo PSB. Confira a força da legenda segundo nos informa a Revista “Isto É”: 2 ministérios; 6 governos de Estado; 26 deputados federais em exercício; 4 senadores em exercício e 5 prefeitos de capitais. É briga de cachorro grande dotados de raivas, mas sem hidrofobia. A briga torna o calor da refrega política numa batalha campal e dessa batalha muita coisa pode surgir. Vamos aguardar com expectativas. Cid governador do estado do Ceará com dias contados. As últimas críticas de Cid Gomes à candidatura presidencial de Eduardo Campos arrebentaram a corda no PSB. O governador de Pernambuco, presidente

    da legenda, já iniciou nos bastidores o processo para expulsão de Cid Gomes até o fim de maio.



    Escrito por paivajornalista às 10h59 AM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     

    A0 última cartada do governador cearense foi oferecer a Campos, a pedido do PT (Partido dos Trabalhadores), a vaga de vice na chapa de reeleição de Dilma Rousseff. O arranjo levaria petistas e socialistas a apoiar candidatos do PMDB aos governos do Ceará, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul. Nada feito, por enquanto.

     

    Os membros do “Pé na Cova” - ou “Coveiros de Plantão”, membros da Comissão da Verdade, pediram a exumação dos restos mortais do ex-presidente João Goulart, morto no Uruguai onde se encontrava exilado. A família suspeita que ele tenha sido assassinado por envenenamento. A investigação sobre a causa da morte do ex-presidente tem apoio da Comissão da Verdade. O corpo deve ser exumado, pois a família suspeita que ele tenha sido assassinado por envenenamento. A investigação segundo “O Globo” está apoiada pela Comissão da (In) Verdade. Depoimento para um documentário da TV senado, em 2006, o ex-agente da ditadura uruguaia, Mário Barreiro, fala sobre a morte de Jango – como o ex-presidente João Goulart era chamado. Segundo ele, o ex-presidente teria sido envenenado com a autorização da ditadura brasileira.

     

    Será que a “Comissão da Verdade” só sabe desenterrar defuntos, pois foi o que fez até agora. Como pode uma Comissão ser nominada de Verdade se está procurando incriminar os militares das Forças Armadas Brasileiras e todos sabem que os terroristas executaram mais de 300 militares. Quer dizer que matar para eles é coisa normal. Querem descontar as diabruras que fizeram em cima dos militares. Eles estão soltos assumindo funções importantes e já querem incriminar o ex-presidente Figueiredo e eliminar as forças do Supremo Tribunal Federal (STF). “Conseguimos colocar um comprimido naqueles remédios que eram importados, que vinham da França. Sabíamos que o João Goulart, indefectivelmente, teria que morrer quando tomasse o comprimido. E logicamente ia dar uma hipertensão e ia morrer”, disse. Jango morreu em dezembro de 1966, durante o exílio, na Argentina. No atestado de óbito, a causa da morte é vaga: doença. O corpo foi enterrado em São Borja, no Rio Grande do Sul.

     

    Depois do depoimento do ex-agente, o Ministério Público Federal começou a investigar as circunstâncias da morte de Jango. A investigação ganha, agora, o reforço da Comissão Nacional da Verdade. A família já autorizou a exumação dos restos mortais do ex-presidente. Ainda neste mês, o Ministério Público e a Comissão da Verdade vão definir os próximos passos: o pedido oficial de exumação à Justiça Federal e a formação de uma comissão internacional de peritos. “Nós combinamos de entrar em contato com os governos da Argentina e do Uruguai”. Possibilitando as perícias desses países que acompanhem também a exumação.

     

    “Também buscarmos tecnologias de outros países, se isso puder contribuir de forma significativa para a perícia, vamos buscar isso também”, comenta Suzete Bragagnolo, procuradora do Ministério Público Federal. Para João Vicente Goulart, filho de Jango, o esclarecimento da morte dele é importante para a família e para o país. “Eu acho importante para o Brasil recuperar a sua história, recuperar a história daquilo que aconteceu durante os anos da ditadura”, disse. Vejam - executado pela Aliança Libertadora Nacional (ALN) Carlos Alberto Maciel Cardoso em novembro de 1971. A Comissão Especial considerando os termos da Lei 9.140/95, não reconheceu a responsabilidade do Estado na morte de Carlos Alberto Maciel Cardoso. O relator do caso, Paulo Gustavo Gonet Branco, em seu voto concluiu: Não há elemento de convicção que dê suporte à tese de que o óbito ocorreu nas condições descritas no art. 4º. Da Lei 9.140/95. A morte foi considerada como um justiçamento de um traidor. Eles conseguem tudo para se livrarem das penas judiciais.

     

    A VPR teve 37 de seus dirigentes e militantes mortos em razão da luta contra a ditadura. Desses casos, 12 constam na lista publicada do Anexo da Lei 9.140/95 e 19 foram apreciados pela Comissão Especial. Os outros seis são de mortes ocorridas no exterior ou de famílias que não entraram com processo no Ministério da Justiça; O - Colina - teve dois militantes mortos, um caso foi apreciado pela Comissão Especial e o outro a família não recorreu. Eles não frisam os mais de 300 militares que foram barbaramente assassinados e a famigerada Comissão da (In) Verdade não apurará nada. Armando Teixeira Fructuoso, João Batista Franco Drunond, Joel Vasconcelos Santos, Lincoln Bicalho Roque, Luiz Guilhardini, Pedro Ventura Felipe de Araújo Pomar, Ruy Frazão Soares, Adriano Fonseca Filho.

     

    Antonio de Pádua Costa, Antonio Guilherme Ribeiro Ribas, Arildo Valadão, Bérgson Gurjão Farias, Cilon de Cunha Brum, Ciro Flávio Salazar Oliveira, Custódio Saraiva Neto, Daniel Ribeiro Callado, Dermeval da Silva Pereira. Dinalva Oliveira Teixeira, Divino Ferreira de Souza, Elmo Corrêa, Gilberto Olímpio Maria, Guilherme Gomes Lund, Helenira Rezende de Souza Nazareth, Hélio Luiz Navarro de Magalhães, Idalísio Soares Aranha Filho, Jaime Petit da Silva, Jana Moroni Barroso, João Carlos Haas Sobrinho, José Humberto Bronca, Amaro Luis de Carvalho, Emmanuel Bezerra dos Santos, Manoel Aleixo da Silva, Aderval Alves Coqueiro, Devanir José de Carvalho, Dimas Antônio Casemiro e Joaquim Alencar de Seixas.

     

    A política Operária –Partido Operário Comunista –A Organização Revolucionária Marxista (POLOP-POC) Política operária surgiu da fusão entre setores da juventude do Partido Socialista (seção Guanabara) com grupos de intelectuais organizados em torno das teorias de Rosa Luxemburgo, em São Paulo e um grupo de juventude trabalhista (seção de Minas Gerais), O I Congresso de fundação ocorreu em 1961, sendo a ORM-POLOP a primeira organização de esquerda revolucionária a surgir no Brasil, excetuando-se os grupos Trotskistas.

     

    Em meados de 1967, no seu IV Congresso, a organização se dividiu: um grupo, se unido à Dissidência Lenista do PCB (Rio Grande do Sul) formou o partido Operário Comunista (POC), e dois outros, defendendo posições de luta armada imediata, se legaram a setores saídos do Movimento Nacionalista Revolucionário (MNR), dando origem à VPR e ao Colina. Mais tarde , em 1970, o POC se dividirá e parte dos dirigentes da antiga POLOP formou a Organização de Combate Marxista Leninista – Política Operária (OCML-POLOP). Número de mortos: Três militantes do POC foram mortos pela repressão no Brasil, sendo um vinculado ao Movimento Comunista Revolucionário (MCR), grupo ligado ao partido existente no Rio Grande do Sul. Quatro outros foram presos no exterior: dois no Chile e dois na Argentina. Eduardo Collier Filho, Fernando Augusto Santa Cruz Oliveira, Gildo Macedo Lacerda, Honestino Monteiro Guimarães, Humberto Albuquerque Câmara Neto, Jorge Leal Gonçalves Pereira, José Carlos Novaes de Mata Machado, Luiz Hirata, Paulo Stuart Wright e Raimundo Eduardo da Silva.  A Comissão da Verdade deveria trazer a público o que eles terroristas fizeram tentando desestabilizar a política brasileira, no entanto, só querem se vingar dos militares e esquecem as maldades que praticaram e um número alto de militares que foram suas vítimas. Em outra oportunidade mostraremos o que os “santinhos” fizeram e a população desconhece tudo. Pense nisso!

     

    ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI- DA ACE- DA UBT- DA AVSPE- DA AOUVIRCE- DO PORTAL CEN- DA ALOMERCE



    Escrito por paivajornalista às 10h58 AM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     



    Escrito por paivajornalista às 09h17 PM
    [] [envie esta mensagem
    ] []


     

     
    [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]